Feeds:
Posts
Comentários

Mais sucesso parado…

…do que ativo! Aham, meu blog faz mais sucesso agora que eu parei de postar nele sobre as coisas que me deixavam indignada do que quando eu ainda postava. O quão irônico é isso? Já faz um tempão que eu parei de postar nele e mais ou menos 1 ou 2 vezes por semana tem um comentário pendente esperando aprovação para ser publicado.

Daí eu me pergunto: por que todos os meus blogs só passam a ser visitados com mais frequência por leitores aleatórios – que eu não conheço – quando eu paro de escrever neles? Tenso.

Bom, pra falar a verdade eu parei de escrever nele justamente porque ninguém passava por aqui. E os que passavam nunca comentavam. Eu tinha prometido pra mim mesma que, mesmo que não comentassem, eu continuaria com o blog. Mas sabe como é né, o cara começa a achar que ninguém dá bola pro que escreve, que tá perdendo tempo com coisa “inútil” e uma coisa leva à outra.

O fato é que mesmo sem postar, as pessoas continuam lendo \o/. Até que eu fico feliz, espero que gostem do que leem por aqui.

Eu recebi TANTOS e-mails daquele post do Mato Grosso do Sul que tive que deletar o post. Parece que as pessoas só prestam atenção nas coisas ruins, não adianta. Não sabem levar na brincadeira e levam tudo a sério demais. Tá certo que em 90% dos meus posts aqui no blog os assuntos tendem a ser sérios, mas aquele post era uma brincadeira. E DIZIA ISSO NO FINAL DO POST. Sem contar que eu deixei bem claro que não foi eu quem fez o texto, eu tirei da desciclopédia que TAMBÉM TEM um artigo falando MAL do Rio Grande do Sul, bem como de todo o restante do Brasil e do Mundo. Mato Grosso do Sul não é lá um Estado que me agrada muito e eu NÃO SOU obrigada a gostar dele, espero que entendam e que saibam aceitar críticas.

Do mesmo jeito que eu, uma gaúcha, venho pra cá e não gosto daqui, você que é sul mato-grossense pode ir para o Rio Grande do Sul e simplesmente ODIAR o Estado que eu tanto amo. Nem por isso eu vou desejar a sua morte. Cada um com a sua opinião. Se você sair de lá falando mal, dizendo que as pessoas são idiotas e os costumes são ridículos, sabe o que eu vou fazer? ABSOLUTAMENTE NADA. A opinião é sua e você tem todo o direito de achar o que você quiser. Partindo do princípio de que a opinião é SUA, EU por outro lado, não tenho NADA a ver com ela. Que se dane você e a sua opinião sobre o Estado em que eu nasci, certo? Ok. Ficamos assim então.

Mil desculpas a todos os sul mato-grossenses que eu ofendi e quero dizer que nunca foi minha intenção. Afinal, eu deveria imaginar mesmo que vocês não levariam como uma brincadeira. Entendam como quiserem essa frase.

O que eu tinha pra dizer, por hora, era isso. Quem sabe eu volto a postar sobre outras coisas daqui pra frente com mais frequência se continuarem comentando. Veremos…

Anúncios

Pois bem, voltando a falar de política, venho por meio deste post dar uma boa notícia dessa vez (assim espero).
Depois de todas aquelas pedras que eu joguei nos nossos parlamentares, desta vez a Câmara decidiu suspender obras e contratações, anunciando assim uma possível economia de (pasmem – de novo – afinal quando a gente não pasma lendo esses números?) R$ 291 milhões.

Bom, a economia será produto – resumidamente – da suspensão de contratações de funcionários terceirizados e comissionados, das obras do novo Anexo (¬¬) e a reforma de outro. Além daqueles gastos absurdos que eles faziam com passagens aéreas e aquelas outras coisas sem nexo.

De acordo com o Secretário Rafael Guerra (PSDB-MG), os cortes irão atingir os investimentos, as despesas correntes e pessoal. Quanto ao investimento é uma boa economia, porque só aí vão ser R$ 200 milhões (porra, só eu me assusto com esses números?) com a suspensão das obras do Anexo IV e a construção de outro.

Na área de despesas correntes, os cortes serão de aproximadamente R$ 61,5 milhões. Bah, sério. Eu me assusto. Podiam me dar 1 milhãozinho e eu ficava tri feliz. ;~
Continuando, quanto às passagens e aqueles gastos imbecis, a média de economia é de R$ 18 milhões.

Agora, vou te contar, viu. Só na Câmara mesmo pro cara ter o melhor emprego do mundo. O Salário do parlamentar já é R$ 16 mil pra não fazer nada. Como se não bastasse, agora a Mesa Diretora também aprovou a unificação das cotas de benefícios dos parlamentares. Com isso, os deputados terão de R$ 23 mil a R$ 34,2 mil pra gastar com despesas “relativas ao mandato”.
Quem tem um emprego desses que dá, além do salário, um crédito extra pra gastar em PASSAGENS AÉREAS e outras besteiras? Sim, porque RELATIVAS AO MANDATO, as despesas deles nunca são. Pensando seriamente em virar Deputada Federal (-n-n-n-n).

E só mais uma coisinha pros nossos parlamentares fazerem escândalo: dessa vez o diretor-geral da Câmara, Sérgio Sampaio, teve a BRILHANTE IDEIA de colocar um ponto eletrônico pro controle de horário de trabalho dos funcionários. Rsssss…
E não, o pior de tudo é que nem foi ideia do diretor-geral. Ele vai implantar o sistema porque fizeram denúncias de funcionários fantasmas na Casa. Legal, né. Rs. Vai ver o diretor-geral era um deles. Rssssssssss…

Me despeço aqui com essa “boa notícia” e com uma frase popular:

“Eu sou Brasileiro, e não desisto nunca.”

IHEAIUHIUAEHIUAEHIUEHEIUHEAIUHEAIUHEA

Não sei se vocês acompanham esse tipo de reportagem, mas a Câmara de Deputados resolveu reduzir a cota de passagens aéreas para os mesmos (só agora?).

O curioso é que alguns deles (a maioria, eu diria) estão inacreditávelmente revoltados. É até cômico ver eles falando sobre esse assunto como se fosse uma barbaridade. Reivindicando suas cotas porque PRECISAM que as filhinhas, mamães e o resto da família inteira viagem para o exterior e conhecer a Europa, Ásia, Oceania e blábláblá.

Continuando, a Mesa Diretora do Senado cortou parte da cota aérea com a expectativa de que os gastos caiam de 1,3 milhão para 975 mil reais MENSAIS.

Eu acho uma baita piada esse tipo de coisa, porque ao invés de estarem preocupados com saúde, educação, e coisas que tenham a ver para um melhor futuro do nosso país, estão perdendo tempo em cotas aéreas pra deputados? Ah, por favor. Não que isso não tenha nada a ver com o país e que não fará diferença alguma, mas não podemos excluir a possibilidade de que esse dinheiro “economizado” não vá parar no bolso deles em outros tipos de gastos. Aliás, não vamos só supor, porque isso já está praticamente acontecendo.

O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP) surgiu com a ideia de aumentar o salário dos parlamentares de 16,5 mil para 24,5 mil reais mensais, que é o salário do Supremo Tribunal Federal. Ou seja, como eu havia dito, sai de um bolso e vai parar no outro.

E sabe o que mais? O nosso (talvez – nada definido ainda) futuro candidato à presidência da República, Dep. Federal Ciro Gomes foi o que ficou mais indignado com essa história de reduzir as cotas aéreas e, por sua vez, agressivo diante à essa situação ridícula. Chamou os colegas (que apóiam a decisão – que por acaso um deles é o Michel Temer – há!) de “babacas” e falou vários palavrões enquanto conversava com os jornalistas.

E aí eu vos pergunto: É a cara do Brasil?
Prontamente, sem hesitar, respondo à minha pergunta para que vocês não precisem perder tempo:
É. É a cara do Brasil sim. Povo sem cultura que não lê, não se informa, acredita em tudo que a imprensa publica, não tá nem aí pros nossos governantes e vota simplesmente por ser um dever de cidadão não pode esperar nada mais que deputados desse naipe.

Encerro esse meu “post de estréia” deixando essa minha pergunta no ar pra que vocês pensem um pouquinho a respeito disso e, quem sabe, nas próximas eleições votem com consciência. Não pensem que eu estou pedindo isso ou aconselhando. O país clama por consciência, não eu.

Ciro Gomes insulta Ministério Público e deputados

Temer admite estudo para aumentar salário dos deputados

Everything burns in the end…

É meio engraçado né… a gente se apega a tantas coisas materias que esquece que, dessa vida, nada se leva. Se esquece de que dinheiro não é tudo na vida. De que não somos movidos a dinheiro, afinal, não é comestível. Me veio na cabeça uma frase que eu li em algum lugar (e que pra falar a verdade eu nem sei de quem é, mas enfim): “Quando a última árvore tiver caído, o último rio tiver secado e último peixe for pescado, vocês vão entender que dinheiro não se come!”. Pois é, é meio clichê… mas é a mais pura verdade.

Esses dias eu vi uma matéria num canal que alegava que os pais deveriam começar a dar dinheiro para os filhos desde os 5 anos de idade pra já aprenderem a economizar e administrar. Eu, particularmente, achei uma grande bobagem. Isso não se aprende com CINCO ANOS. O que uma criança poderia aprender sobre economia e administração aos cinco anos de idade? Aos cinco anos de idade a criança não tem responsabilidade nem pra tomar banho e escovar os dentes, quem dirá aprender a administrar o próprio dinheirinho. Tudo bem, noções básicas talvez, mas nada que fosse muito relevante para a vida dela no futuro. De uma forma ou de outra ela irá aprender com o tempo, e com mais idade. Até que tenha responsabilidade suficiente pra isso.  Até porque, certas coisas na vida têm sua hora certa para serem compreendidas.

Mesmo assim, têm coisas que o ser humano não entende de jeito nenhum SE NÃO QUISER. Fechar os olhos e agir como se tudo fosse perfeitamente normal. Entendo que numa sociedade capitalista o dinheiro seja essencial e muito importante para a sobrevivência, mas algumas pessoas insistem em exagerar. Paz não se compra. Felicidade não se compra. Talento não se compra e por fim: Dinheiro não se come.


Ressuscitando o blog, porque o outro não deu certo. u.u

None but ourselves can free our mind.

Bob Marley

Ouvindo o mestre (lê-se: Bob Marley) aqui, eu parei pra pensar (ahaam!) que bah né, é foda. A gente adora reclamar de tudo, e muitas vezes, sem motivo. Caímos na real que temos problemas e já enfiamos na nossa cabeça que nós não podemos resolvê-los sozinhos. Ora, que grande bobagem. “Ninguém além de nós mesmos pode libertar nossa mente”, sigo à risca essa frase.

Vejo muita gente indo em psicólogo por achar que talvez não possa resolver os próprios problemas sozinho. Não vou dizer que é uma coisa completamente idiota e nem crucificar quem faz isso, seria ignorância da minha parte. A psicologia estuda os processos mentais aplicado no nosso comportamento. Em muita coisa talvez possa até ajudar. Entretanto, acredito que se você colocar a cachola pra funcionar, tudo acaba bem.

Sei lá, é que eu acho tão caro uma consulta no psicólogo pra simplesmente alguém “te ouvir”, dizer o que você já sabe e te dar apoio baseado em fatos que nós já estamos cansados de saber, ler em artigos e entrevistas de psicólogos e filósofos famosos. Ninguém pode tomar melhores decisões sobre o que fazer com os seus problemas do que você mesmo. Toda e qualquer solução dada por outra pessoa, não será melhor que a sua própria forma de agir. Faça as coisas da sua forma. Da maneira que você acha que é certo, se não for certo… você vai acabar sabendo que não é certo. Se acontecer algo ruim, paciência. Ninguém nasce sabendo, não precisamos gastar uma fortuna para que não cometamos erros. Erros são necessários, fazem parte do processo de aprendizagem de como viver a SUA vida melhor com as SUAS escolhas. 😉

Emancipate yourself from mental slavery.

 

(Ah, já ia me esquecendo… o que acharam do layout novo? Volto pro antigo ou deixo
esse? Hueahieha :B)
Beijin. ;*

A arte de manipular pessoas

A arte de manipular

É incrível como é fácil manipular certos tipos de pessoas com as palavras certas. Dá uma enrolada daqui, uns argumentos ali, umas palavras raramente usadas e a pessoa sempre acaba cedendo. Muitas pessoas chamam isso de “jogar o xadrez da vida”.

É uma atitude um tanto quanto feia. Não é legal manipular pessoas. Vide governantes do nosso país (RIR). Mas, no dia-a-dia quando tem aquele chato que só fala abobrinha e não aceita o fato de que você está certo e quer que você prove por a+b a sua teoria sobre o assunto é sempre tão fácil de pôr em prática. Seja qual for o assunto, não precisa se saber muito sobre para que você obtenha sucesso na ação.

Muitas vezes, a pessoa com quem você está argumentando pode saber muito mais do assunto do que você e, mesmo assim, com as palavras certas ela acaba concordando que afinal das contas quem estava certo era você (mesmo que não esteja). A resposta final é sempre “É… pensando por esse lado…”, ou “Pois é, pode ser…” e também “Bom… eu não sei de mais nada, então”. Hueuehieheh… Eu, particularmente, acho engraçado porque muitas vezes que eu ponho isso em prática (pra falar a verdade, na maioria das vezes que faço isso é porque não tenho um argumento concreto sobre o assunto e/ou não sei muito sobre) a pessoa ou se cala, ou concorda que o meu ponto de vista é o mais correto.

Enfim, a real é prestar bem atenção nos argumentos da pessoa com quem você está conversando e prestar atenção se eles fazem realmente sentindo. Muitas vezes é só um bando de palavras difíceis raramente usadas que você se deixa levar, e acaba se perdendo no contexto. (Fiz minha caveira com essa conclusão, mas enfim… é por uma boa causa)

Pra que isso não aconteça com você ou pra que você não tenha que pôr em prática algum dia, leia bastante. Forme suas próprias idéias/conclusões a respeito de todo e qualquer assunto. Como eu já disse muitas vezes aqui no blog, conhecimento nunca é demais. Seja ele qual for, nunca fará mal.

Com isso, aprenda a argumentar com nexo e faça suas palavras terem sentido. Não se deixe levar pela mania horrível de manipulação. Prometo aos poucos deixar essa coisa de lado. O ruim é que qualquer coisa que você faz demais, se torna um certo vício. E todo vício é difícil de largar. Entretanto, basta querer. Pessoas de caráter não precisam manipular. (Veja bem, não estou me auto-intitulando mau caráter, mas né… eu tenho consciência de o que eu faço é feio. eiauheaiuhea)

Por hoje é só, pessoal! (Tiny Toons mode: on)
Beijin. ;*

Falta de respeito.

Sexta-feira, 06 de Fevereiro de 2009.

 

Olá, meus caros. Pois bem, acho que hoje voltarei à ativa. Pois é, estamos progredindo. Mas… vamos lá!

Hoje à tarde, enquanto assistia a um jornal local, passou a reportagem daquele deputado federal que construiu um castelo (sim, meus caros, um castelo!) no interior de Minas Gerais. A réplica do castelo europeu possui nada mais, nada menos que 36 QUARTOS. A área do castelo equivale a mais de 200 CAMPOS DE FUTEBOL e está avaliado em mais ou menos 25 MILHÕES DE REAIS. Olhem que maravilha:

Castelo do Deputado Federal em MG.

O interessante é que ele não declarou o “castelinho” no imposto de renda dele. Por que será hein, sr. Deputado? Não sei MESMO. E mais intrigante ainda é que ele foi eleito esse semana como vice-presidente e corregedor da câmara de deputados. Mas que ironia, não é mesmo? 

Eu, após ver essa matéria, fiquei indignada. Ah sim, já ia me esquecendo… Vocês sabem mais ou menos a média do salário de um deputado federal, não é? Bom, se não sabem, eu vou dizer: o salário mensal desses filhos da puta (com o perdão da palavra) é R$ 16.500,00. Ok, até aí “tudo bem”. Mas vocês sabem quantos dias esses desgraçados não trabalham? Pasmem: UM DIA POR MÊS, no MÁXIMO dois. Ah, vá. Pelo amor, como é que a gente se mata estudando nessa vida pra trabalhar 24hs por dia, 7 dias por semana, 30 dias por mes, 365 dias por ano, para sempre e sempre e sempre até o fim dos tempos (propaganda do cartoon network em 1999, quem lembra?) e, muitas vezes, não chega a ganhar nem a metade que esses troxas ganham para NOS ROUBAR? E ainda vamos lá e acreditamos neles, pondo toda nossa esperança em cima de um filho da puta desses que pega essa porra de dinheiro, constrói um caralho de um castelo, não declara imposto de renda e, como se não bastasse, joga pra cima dos filhos a responsabilidade como se não tivesse nenhuma culpa no cartório? Ah, faça-me um favor né sr. Deputado. Com todo meu respeito; vá tomar direto no seu orifício anal. Profundamente.

Porra, brasileiro trabalha que nem um desgraçado pra não ganhar nem 1/3 dessa porra e ainda é roubado descaradamente. E o pior: NUNCA acontece NADA com esses troxas. Incrível. Eu fico de cara, puta merda.

Mas é isso né, minha gente. O que nos resta a fazer é continuar não votando nesses “queridos”. Mas estamos aí, somos brasileiros e não desistimos nunca (momentinho globo – outra merda que corroe o cérebro com essa porra de novela indiana). O negócio é cada vez prestar mais atenção no voto e não se estressar muito, porque dessa vida não se leva nada, mas que é falta de respeito é. E tudo bem se ficar estressado um pouquinho, porque ninguém é de ferro.

Pra quem quiser ver a matéria, o link tá aqui.

Beigos minhas crianças [/neneto]. Fiquem bem. Se beber, não dirija. Usem camisinha. Não saiam na rua até que acabe o carnaval. Porém, não se reprimam deprimam (menudos): Todo carnaval tem seu fim (los hermanos). Até.